Aguarde! Carregando...
Aguarde! Carregando...
X

O Tabuleiro

  • Dólar Comercial R$ 3,314 Dólar PTAX800 R$ 3,333
  • 15-12-2017 | 11:58h

DECRETO DE MARÃO PROIBE BAIANA FRITAR ACARAJÉ NA PRAIA

  • 42
  • ★★★★
  • Ilhéus
Acarajé na praia só se for cru ou frio, é o que determina o decreto 132 que estabelece normas de utilização da Orla Marítima Sul do Município de Ilhéus, divulgado no diário Oficial da última quarta-feira (29). O decreto proíbe desde o preparo e manipulação de alimentos na área da Orla, até a utilização de barraca de camping, balcão, bancas ou similares, fogões ou fogareiros, churrasqueiras e/ou assemelhados. Os turistas se quiserem provar dos quitutes da Baiana, patrimônio Nacional segundo o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) terão que comer o acarajé frio ou se deslocar para Orla Norte.

Deixe seu comentário para DECRETO DE MARÃO PROIBE BAIANA FRITAR ACARAJÉ NA PRAIA

Já temos 42 Comentário(s)! Deixe o Seu :)

Resposta de Carlos

Entendo que o Sr. Prefeito Mário Alexandre tem algum plano de ação para com esses trabalhadores, que tem como essa atividade sua principal fonte de renda. Devemos lembrar que Ilhéus é uma cidade turística e temos a obrigação de mostrar o melhor que temos para as pessoas que nos visitam. Bahia sem acarajé e abará é como Rio Grande do Sul sem churrasco, Minas sem queijo. Tenho certeza que o Sr. Prefeito repensará sua decisão.

★★★★★ Em 12-12-2017 às 16-57h Responder 5

Resposta de Beche

O meu camarada ! No que vc ta pensando mesmo ,ta emprenhando pelo ouvido! Rapa veja o que vc ta fazendo ,o brasil ja ta caleijado de sofrer perseguiçao de politicos. Agente colocou vc ai agente tira!!! Faz diferente de tua mae. Trabalha!!! Vc quer aumentar a criminalidade de ilheus? Deixa o povo trabalhar o trabalho dignifica o homem

★★★★★ Em 11-12-2017 às 13-30h Responder 5

Resposta de CLINIO MAYRINCK MONTEIRO DE ANDRADE NETO

Marão! É bom ter uma orla limpa e organizada, mas é mais importante é preservar uma cultura que é difundida em todo canto do mundo, a baiana do acarajé. Não seria mais político você planejar uma estrutura mais completa para as baianas venderem seus acarajés e os turistas que chegam ávidos em conhecer a cultura do nosso povo provarem desse quitute maravilhoso que é o acarajé, e o abará e as cocadas gostosas que só as baianas sabem fazer. Marão! Pense bem e reflita! Quero chegar aí e comer na orla de Ilhéus o melhor acarajé da Bahia!

★★★★★ Em 09-12-2017 às 07-51h Responder 5

Resposta de Paulo Eduardo nogueira de carvalho

Ilhéus, a cidade dos absurdos. Impressionante, aqui é o símbolo do caranguejo. Só anda pra trás. Agora fazer faixa no asfalto, multar e multar, faz como ninguém. Triste Bahia

★★★★★ Em 08-12-2017 às 12-17h Responder 5

Resposta de Pedro paulo

Decreto tendencioso, tudo para favorecer os cabaneiros, e excluir os pobres trabalhadores que tentam sobreviver. Porque a prefeitura nao estrutura e cadastra os vendedores ambulantes? Porque nao fiscaliza a imundice das cozinhas dessas cabanas? Isso sim e uma ameaca ao consumidor.

★★★★★ Em 08-12-2017 às 00-28h Responder 5

Resposta de Léo

Pois é, so não é proibido o prefeito fazer sexo em maca de hospital ne? ????

★★★★★ Em 07-12-2017 às 19-47h Responder 5

Resposta de Celma

É vc Marão que vai sustentar as baianas se o que vc tem que fazer vc não faz porque vc não procura consertar os postos de saúde da cidade e contratar médicos para o povo de Ilhéus que votou em vc acreditando nas suas promessas

Em 06-12-2017 às 21-10h Responder 5

Resposta de Jao

Ilhéus é uma cidade suja e com cheiro de esgoto. Estou mentindo?

★★★★★ Em 06-12-2017 às 18-50h Responder 5

Resposta de Lai

Acho justo, viva a natureza. O povo quer ganhar dinheiro, quer lazer mais não cuida. Eu apoio, só pessoas que estudaram irão entender. Hah

★★★★★ Em 06-12-2017 às 14-41h Responder 5

Resposta de kel

Toma vergonha marão e vai cuidar da saúde,da nossa cidade,vai fazer um ano q vc estar na gestão e nada foi feito,agora tirar o acarajé da praia?vc não tem o que fazer não?procura

★★★★★ Em 06-12-2017 às 08-37h Responder 5

Resposta de Gilvando

Desnecessário, existe tantas prioridades, essa com certeza não é uma delas.

★★★★★ Em 06-12-2017 às 08-21h Responder 5

Resposta de Christiane

Rita Bonfim olha isso,como as baianas irão sobreviver?

★★★★★ Em 06-12-2017 às 01-22h Responder 5

Resposta de Jeanne dos Anjos

Ao invés de proibir o preparo e venda de acarajés nas praias, ele deveria se preocupar com a limpeza, manutenção e melhoria das mesmas, que faz vergonha muitas delas. Tão lindas e tão abandonadas. Sem falar nos outros setores e serviços que são maus, péssimos e ruins.

★★★★★ Em 06-12-2017 às 00-00h Responder 5

Resposta de Iukirio

Tanta coisa pra ser feita na cidade e ele se importando em atrapalhar o ganha pão das pessoas q nessecita trabalhar pra n roubar Pjor fica cada dia q passa nossa cidade ele não precisa de nada disso pra sobreviver...

★★★★★ Em 05-12-2017 às 23-54h Responder 5

Resposta de Luciana Bastos

Ilhéus do absurdo, da loucura, do abandono. Moro fora à um tempo, mas morro de vergonha quando volto aqui. Esse prefeito é um imbecil sem cura!

★★★★★ Em 05-12-2017 às 22-07h Responder 5

Resposta de Rosana Medrado

Ele deveria se respeita e trabalha como um prefeito fica proibindo o povo de ganha seu sustento vamos pergunta ao prefeito quem vai manda no novo hospital costa do cacau o povo precisa de respeito e trabalho vamos dizer não a esta ideia horrorosa de proibi a fritura de acarajé nas praia

★★★★★ Em 05-12-2017 às 22-01h Responder 5

Resposta de Álvaro

Cara vc é maluco, nessa crise vc quer proibir o povo de ganhar o pão de cada dia. Já w n faz nada pra melhorar a cidade n faça pra piorar. Decepcionado com sua atitude. O povo precisa de saúde, educação, emprego e n dessa proibição absurda. Procura o q fazer Marão. Vamos pra rua reivindicar meu povo. Ele está maluco.

Em 05-12-2017 às 21-01h Responder 5

Resposta de Débora

Está é boa viu.so aqui em lhéus viu Marão Palhaçada .na hora de pedi voltos vc é o bom agora tá querendo acaba cm o ganha pão das baianas. Palhaçada .vai cuida dos problemas da cidade.tampa os burros.fasrr encostas nos morros.cuida das praias .Vc deveria era se preocupar com a limpeza da central de abastecimento do malhado isto sim

★★★★★ Em 05-12-2017 às 20-57h Responder 5

Resposta de grazielle

Nossa q decepção ...colocamos tanta fe em vc Marão , para em pleno verao alta estação o senhor nos frustrar desta forma Isso ai e o ganha pao de muitas pessoas ...famílias inteiras precisam viver disso ai Garanto que nem o senhor come um acaraje frio nao e msm? Por favor senhor prefeito ...

★★★★★ Em 05-12-2017 às 19-57h Responder 5

Resposta de Pawlo Cidade

Esta informação não procede. Houve uma interpretação errônea do decreto. NOTA DE ESCLARECIMENTO A PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS – BA, vem a público, especialmente aos seus munícipes, esclarecer e apresentar a melhor interpretação ao Decreto Municipal n° 132/2017 que “Estabelece normas de utilização da orla Marítima Sul do Município de Ilhéus – BA”, nos seguintes termos: Foi veiculado pela imprensa, por ocasião da publicação do referido Decreto, que o Município havia proibido o comércio de Acarajé e/ou outros alimentos preparados com uso de fogo. Não obstante o risco oferecido pelo manuseio de material inflamável, a proibição não alcança os vendedores ambulantes autônomos, previamente cadastrados, ante a Secretaria de Indústria e Comércio. Parece-nos inconteste que o uso descontrolado de produtos perigosos em ambientes públicos não pode ser tolerado. Nesse sentido, a legislação em foco proíbe que os usuários das praias e/ou vendedores ambulantes não cadastrados façam uso de material inflamável e, por consequência, exponham a risco o próprio usuário, seus familiares e todas as demais pessoas que vão às praias de Ilhéus. Outrossim, os vendedores ambulantes cadastrados, que atenderem todas as normas necessárias à exploração da atividade pretendida, mesmo aqueles que dependam da utilização de material inflamável para o preparo dos seus quitutes, poderão comercializar seus produtos. Assim, muito embora tenha sido veiculada informação diversa, a melhor interpretação indica que não haverá prejuízo ao comércio ambulante das praias ilheenses, reconhecendo a importância econômico-social da atividade para toda a comunidade. As baianas de acarajé, com seus quitutes, são propriedade imaterial da Bahia, do Brasil e do mundo. Um elemento cultural de grande representatividade que ajuda na difusão das riquezas identitárias de um povo. Logo, a norma só serve para tutelar e estabelecer maior controle por parte do poder público e garantir aos representantes da referida cultura um tratamento mais próximo, à partir da sua devida identificação, através do cadastramento. O mesmo propósito cumpre-se a todas outras atividades historicamente adensadas ao habito do Ilheense e seus visitantes.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 19-39h Responder 5

Resposta de João Lucas Ganem

Essa notícia não passou por uma simples revisão bibliográfica? O decreto não diz isso. Ele regulamenta os ambulantes, proíbe os não cadastrados e aqueles que não seguirem normas. A VENDA DE ACARAJÉ NÂO FOI PROIBIDA! Esclarecimento da prefeitura: http://www.ilheus.ba.gov.br/detalhe-da-materia/info/nota-de-esclarecimento/70217 Também é possível ler o decreto na íntegra. Notícia tendenciosa, mal formulada.

Em 05-12-2017 às 19-21h Responder 5

Resposta de Thiago

Tem o link para acessar o decreto?

Em 05-12-2017 às 18-46h Responder 5

Resposta de Edvaldo matos

Um verdadeiro absurdo. Vamos nos unir para derrubar essa besteira.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 16-17h Responder 5

Resposta de Fátima

Olhe, essa cidade tem tanta coisa para ser feita, que a fritura na areia da praia é nada. Ruas cheias de buracos, lixo espalhado, um terminal Urbano medonho, uma feira podre no centro da cidade (Guanabara), o local conhecido como centro histórico, carecendo de melhorias, praias sem salva vidas, e por aí adiante. Ah! A área da saúde essa está um caos, apesar do gestor ser oriundo da área. Pára de procurar pêlo em ovo, e vamos administrar, vamos trabalhar.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 16-17h Responder 5

Resposta de Edmilson

Marão o posto medico do parque infantil no malhado você botou a baixo, dizendo que iria reforma-lo e até hoje os moradores esperam uma solução. E ai você vem com essa conversa de acarajé, mim poupe e vá plantar batata no asfalto.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 16-05h Responder 5

Resposta de Christiano R. Rezende.

Logo no asfalto kkkkkkkk

★★★★★ Em 05-12-2017 às 20-46h Responder

Resposta de Christiano R. Rezende.

Esse Marão é um extremo fanfarrão.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 20-47h Responder

Resposta de Guido Paternostro

Olá, em vez de proibir deveria sim obrigar q os vendedores de acarajé só poderia trabalhar com roupas típicas de baianas e tabuleiros fechados conforme é em Salvador , cadê o secretário de Turismo e Cultura .

★★★★★ Em 05-12-2017 às 15-57h Responder 5

Resposta de

Vai arrumar a cidade prefeito sorriso e cuidar da saúde do povo ...

★★★★★ Em 05-12-2017 às 15-04h Responder 5

Resposta de maria do rosário Silva ribeiro

ele tem é q cuidar da cidade q ta entregue as varas e ratos mosquitos animal e muitos lixo e não de quem ta trabalhado e só dar uma ordem pra não deixa lixo nas praia

★★★★★ Em 05-12-2017 às 14-27h Responder 5

Resposta de Orualdo Amorim Cavalcante

Eles não deveriam proibir nada! já não basta o desemprego que está existindo ele ainda vem com essa, ele tem que colocar esse pessoal da Vigilância Sanitária para fiscalizar tanto os vendedores ambulantes como as barracas.

★★★★ Em 05-12-2017 às 14-12h Responder 5

Resposta de Orualdo Amorim Cavalcante

Isso é atraso para a cidade! o ele tem que fazer é colocar o pessoal da Vigilância Sanitária para fiscalizar tanto as barracas, como também os vendedores ambulantes.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 14-09h Responder 5

Resposta de Ricardo

Que vontade de um acarajé entupido de pimenta, mas muita pimenta mesmo, para enfiar guela abaixo desse camarada.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 13-59h Responder 5

Resposta de Selma

Ele e louco,ele tem que tomar vergonha e limpar e organizar a cidade tanto para os moradores quanto para os turistas.O Acaraje e da nossa cultura.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 13-13h Responder 5

Resposta de Roberto

Quando a gente pensa que não tem como piorar a situação caótica de Ilhéus ,tem quem consegue inventar algo para prejudicar o turismo da cidade.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 13-11h Responder 5

Resposta de Cleonice

Senhor prefeito, a nossa cidade precisa de saúde, educação e manutenção e não proibições tolas que não irão agregar valor algum a nossa cidade...

★★★★★ Em 05-12-2017 às 13-00h Responder 5

Resposta de Bibi

Ele deveria ter outras prioridades isso sim, há tanto tempo que é dessa forma, nunca vi nenhum problema.. Me poupe,nos poupe viu Marão

★★★★★ Em 05-12-2017 às 12-41h Responder 5

Resposta de Rafaela

Visitei a cidade ano passado e estava muito suja o centro parecia uma cidade abandonada é sem fala no malhado , até quando uma cidade tão linda como Ilhéus vai fica desse jeito

★★★★★ Em 05-12-2017 às 12-25h Responder 5

Resposta de Rafa

E o que tem a ver cidade suja com acarajé????

★★★★★ Em 05-12-2017 às 16-59h Responder

Resposta de Eduarda

Concordo com vc. Estive aí em maio desse ano levando o meu namorado pra conhecer os meus pais e só passei vergonha com a cidade suja e abandonada.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 22-16h Responder

Resposta de Janaína

Que absurdo!Cada um q chega,com suas idéias loucas,O pobre agora ñ pode mais trabalhar pra sobreviver!Só o q faltava.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 11-51h Responder 5

Resposta de talita

O que tem que fazer ele não faz.

★★★★★ Em 05-12-2017 às 11-28h Responder 5
Avalie Este Conteúdo: 1 2 3 4 5
[Aguarde, Buscando Dados!]

Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas