Aguarde! Carregando...
Aguarde! Carregando...
X

O Tabuleiro

  • Dólar Comercial R$ 3,307 Dólar PTAX800 R$ 3,318
  • 18-12-2017 | 07:01h

20 de Novembro, Dia da Consciência Negra

20 de Novembro, Dia da Consciência Negra

Neste 20 de novembro, é comemorado o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. Essa data foi instituída oficialmente em 2011 como forma de contrapor o 13 de maio, data que comemora a assinatura da Lei Áurea que pôs fim a escravidão no Brasil.

Consciência, é um sentimento ou conhecimento que permite ao ser humano vivenciar, experimentar ou compreender aspectos ou a totalidade de seu mundo interior, sendo assim, o dia da consciência negra representa uma oportunidade de reflexão sobre os negros no Brasil, que segundo o IBGE, representam 54% da população que se declararam pretos e partos.

Passados mais de 120 anos do fim da escravidão oficial, por que precisamos ainda de um dia para refletirmos conscientemente sobre a nossa negritude, nossas origens e nosso legado?

O preconceito se manifesta e se perpetua pelo aspecto cultural. O pensar cultural não se acaba por um decreto governamental, ele se perpetua em nosso inconsciente e se externaliza no nosso vestir, falar, se alimentar e até nas nossas crenças religiosas.

A cada dia, aumenta os casos de intolerância religiosa com os adeptos das religiões de matriz africana e com os negros de forma geral quando pronunciamos as seguintes frases:

Fulano denegriu a minha imagem. A palavra denegrir significa tornar-se negro. Era usado no período escravocrata como forma de ofender alguém, comparando-a ao negro.

Devo descansar, pois amanhã é dia de branco. Era usado para se referir que o patrão era branco, por isso tinha que descansar.

Fulano é negro de alma branca, como se alguém já viu a alma para saber se ela é branca.

A coisa tá preta e sexta-feira negra, são também exemplos de como reproduzimos o preconceito culturalmente no nosso dia a dia, demonstra como precisamos refletir sobre os falares que pronunciamos sem saber seus significados históricos.

Se o preconceito é um conceito prévio, o dia da consciência negra é uma oportunidade para conhecermos mais e melhor, e assim, superar o nosso preconceito e valorizar nossa afirmação indentitária afro-brasileira, sem radicalismo e intolerância, pois não se combate um preconceito criando outro.

Deixe seu comentário para 20 de Novembro, Dia da Consciência Negra

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR ESTE POST! Deixe agora o Seu Comentário :)
Avalie Este Conteúdo: 1 2 3 4 5
[Aguarde, Buscando Dados!]

Colunas de Prof. Reinaldo Soares

Prof. Reinaldo Soares
Prof. Reinaldo Soares

Reinaldo Soares é Mestre em Cultura e Turismo pela UESC/UFBA, Ex- Presidente do Conselho Municipal de Educação de Ilhéus- Diretor do IBEC, Palestrante, Professor da Pós-Graduação da FACSA/IBEC e do Colégio Estadual Professora Horizontina Conceição.  E-mail: [email protected]