Aguarde! Carregando...
Aguarde! Carregando...
X

O Tabuleiro

  • R$ Dólar Comercial R$ Dólar PTAX800
  • 20-04-2018 | 09:57h

Vida de Secretário

Vida de Secretário

O secretário chega às 8h. Faz uma breve oração, separa os documentos sobre a mesa e começa a “despachar”. Primeiro, analisa os pedidos. São muitos e de várias instituições, grupos, associações, pedidos pessoais. Todos os dias, alguém sempre quer alguma coisa. É um som para uma festa, um toldo para uma reunião, um palco para o aniversário da associação de moradores, banheiros químicos para a inauguração de um novo espaço de convivência. Direciona as respostas através de ofícios para os pedidos externos e enumera as comunicações internas quando os pedidos são de secretarias do próprio governo. É preciso cuidado nos substantivos, nas frases diretas, na colocação dos adjetivos, no argumento da negativa.

Depois, pega o programa da secretaria e distribui as competências para os colaboradores. Sabe que precisa planejar, atribuir metas, construir objetivos, delegar responsabilidades. Liga para a Secretaria de Administração e pede a indicação de um servidor que compreenda de motivação de processos, licitações, pagamentos. Em seguida, sai da sala para cumprir mais um compromisso: Reunião com a Comissão de Análise de Mérito do Credenciamento de Prestação de Serviços. Após longa explanação sobre o processo de escolha para os membros da comissão, sai para o almoço. No retorno, a presidente do Conselho o aguarda para discutir sobre a nova sede do órgão, um artesão quer apresentar um projeto de patrocínio, um artista plástico deseja fazer uma exposição coletiva, o coordenador de uma das vinculadas precisa de sua autorização para consertar as janelas da Casa de Cultura e um servidor quer propor a venda de dez dias das férias.

Após atender a todos, lembra que precisa terminar os projetos da primeira Roda de Conversas sobre futuros projetos estruturantes e confirmar uma entrevista com a TV local. Em cima da mesa, dois convites para dar uma palestra e realizar um bate-papo com estudantes da rede particular de ensino. O Coordenador do Departamento de Letras de Artes liga propondo um convênio com a Universidade para a realização de diversos cursos de formação e a realização de um grande inventário sobre os agentes culturais, espaços, grupos e pesquisadores locais. No relógio quase dezoito horas. O celular toca. É o secretário de Relações Institucionais informando que todos deverão comparecer às comemorações do aniversário da cidade logo nas primeiras horas da manhã.

É quase oito da noite quando termina de desligar o notebook e responder o último e-mail de um produtor cultural que pretende fazer uma turnê da trupe do Rio Grande do Sul. Antes mesmo de guardar o note na mochila, a mensagem do Whatsapp alerta para a bronca da amada: “Ainda aí?” e ele, cansado, digita apenas uma palavra: “Chegando!”

Ao se despedir do segurança e bater o portão atrás de si, o celular toca outra vez. É o chefe, pedindo para ir ao Gabinete ajudar na solução de problemas de interesse da municipalidade. Um novo expediente começa. E o “chegando” se transforma em “Vou demorar um pouco”. E ele nem se arrisca a olhar a resposta.

Qualquer semelhança com o dia-a-dia de uma secretaria do Município, é mera coincidência.

Deixe seu comentário para Vida de Secretário

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR ESTE POST! Deixe agora o Seu Comentário :)
Avalie Este Conteúdo: 1 2 3 4 5
[Aguarde, Buscando Dados!]

Colunas de Pawlo Cidade

Pawlo Cidade
Pawlo Cidade

Pawlo Cidade é escritor, ativista cultural e Secretário Municipal de Cultura de Ilhéus. E-mail [email protected]

Os professores do IME

Política

Os professores se reuniam nos horários dos intervalos, em cada [+]

O trabalho com projetos

Política

Muitos estudiosos das causas sociais têm relacionado o uso de [+]